Júri Sapateado

Kika Sampaio

Kika 2Professora, coreógrafa e diretora do Kika Tap Center, escola de São Paulo especializada em sapateado americano e representante oficial do método de ensino Kahnotation há mais de 35 anos. Especializou-se com diversos professores americanos em Londres, Califórnia e Nova York, tendo como seu mentor Stanley Kahn. Fez parte do Conselho Consultivo do Festival de Joinville e, atualmente, dirige a Cia. Teen de Sapateado Americano KatadoSporaí. Desde 1998 coreografa para vários musicais de conceituados diretores, como Wolf Maia, Jorge Takla, Charles Moelle e José Possi Neto. Recebeu o Prêmio Bibi Ferreira de melhor coreógrafa de sapateado pelo musical “New York, New York”. Coreografou “Um Americano em Paris” no XIII Festival de Ópera do Theatro da Paz, em Belém, com direção artística de Mauro Wrona. Integra a comissão julgadora do Prêmio Referência para musicais e é curadora do Festival Jacareí in Tap.

 

Chris Matallo

Chris Matallo 2Atriz, bailarina, sapateadora, coreógrafa, musicista e cantora, formou-se em dança pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em 1993, mesmo ano em que foi convidada para ministrar aulas de sapateado em Nova York. Integrou como pesquisadora o Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (NICS/Unicamp), onde também pós graduou-se em artes. Fundadora do Studio de Dança Christiane Matallo em Campinas (SP), foi considerada a Carmen Miranda do tap pelo jornal “The New York Times” (2006). É diretora artística e organizadora do Brasil International Tap Festival, desde 1999, e criadora do Sapateia São Paulo (comemorativo ao Dia Internacional do Sapateado). Apresenta espetáculos, integra júris e ministra workshops em festivais do País e do exterior. Participou como atriz, cantora, coreógrafa e supervisora de sapateado de grandes musicais brasileiros.

 

Bia Mattar

Bia head 2014 - PEQUENOFormada pela Escola de Ballet Evelyn, em São Bernardo do Campo (SP), frequentou cursos de aperfeiçoamento no Brasil e nos Estados Unidos, entre eles, balé clássico, contemporâneo, jazz e sapateado, no qual se especializou e se tornou reconhecida, promovendo shows e workshops com convidados do País e do exterior. Como bailarina, participou de diversas montagens e produções paulistas e catarinenses. Professora, curadora artística e jurada de festivais e mostras nacionais e internacionais. É diretora artística do Prêmio Desterro desde a primeira edição. Ex-presidente da Associação Profissional de Dança de Santa Catarina, foi curadora do Prêmio Klauss Vianna de Dança da Funarte/Ministério da Cultura, integrou o Conselho Municipal de Políticas Culturais de Florianópolis e o Conselho Estadual de Cultura. Atualmente é membro titular do Conselho Nacional de Políticas Culturais e compõe o Colegiado Setorial de Dança como representante da macrorregião Sul do País. Consultora técnica para elaboração de projetos e captação de recursos por meio de leis de incentivo à cultura.